sábado, outubro 01, 2016

No dia 27 de Setembro, Abrantes reuniu boas condições de voo possibilitando sobrevoar toda a preferia NE de Abrantes.







terça-feira, agosto 09, 2016

Abrantes 06-08-2016

sexta-feira, maio 06, 2016

Parapente em Abrantes

Dia 3 de Maio, reuniram-se bos condiçoes de voo, proporcionando um excelente dia de voo entre os pilotos locais.






terça-feira, maio 19, 2015

Voar em Abrantes

Nos dias 16 e 17 de Maio, Abrantes foi o palco de um cenário de voo. O local permite voos com a direção de vento entre NE e E. No sábado reuniu boas condições térmica o que possibilitou ao nosso amigo Paulo Silva fazer um magnífico voo até à localidade de Reachos (Torres Novas). No Domingo, as condições estavam fracas, houve apenas uma pequena janela de voo que possibilitou fazer pequenos voos. Houve pilotos que voaram pela primeira vez no local, face aos obstáculos envolventes, o mesmo é considerado um local técnico que não é aconselhado para pilotos inexperientes. Antes de voar no local é aconselhável falar com pilotos que habitualmente voam no local. A aterragem oficial é particular e requer autorização do dono. É um local típico para voos termodinâmicos, todavia o voo térmico é sempre uma possibilidade. 









quinta-feira, janeiro 30, 2014

Parapente - Portal pedagógico

O Portal pedagógico é um suporte de apoio técnico que se destina essencialmente a pilotos em fase de iniciação, devidamente orientados por um instrutor de parapente. Este conteúdo constitui um precioso auxiliar de instrução, devidamente integrado no padrão das matérias ministradas pelas escolas de parapente reconhecidas pela FPVL. No entanto, estas teorias requerem obrigatoriamente acompanhamento técnico e pedagógico para a evolução e segurança de qualquer piloto.

NUNCA ESQUEÇA QUE O VOO LIVRE É UM DESPORTO QUE ENVOLVE RISCO. A SUA PRÁTICA POR PESSOAS SEM ESTAREM DEVIDAMENTE INSTRUIDAS E SEM EQUIPAMENTOS ADEQUADOS, OU VOAREM EM CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS ADVERSAS PODE RESULTAR A MORTE OU FERIMENTOS GRAVES.

Introdução
Breve historial
Nomenclatura da asa
Mecânica de voo
Equipamento de voo
Técnica avançada de descolagem
Descolagem
Factores de Segurança
Diagrama de risco
Plano de voo
Regras de voo
Dobragem da asa
Manobras em voo
Incidentes de voo
Incidente de voo - Gravata
Acelerador
Comportamento do vento face ao relevo
Voo em ascendência dinâmico
Aterragem
Aterragem Top-Landing
Performance da asa
Curva Polar
Meteorologia - Generalidades
Meteorologia - Nuvens
Meteorologia - Sistemas frontais
Obter o Tefigrama - passo a passo
Tefigrama-1
Tefigrama-2
Aerologia
Inversão térmica
Voo em ascendência térmica
Voo de distância
Reserva
Procedimentos radiotelefónicos
Orientação
Treino no solo
Orientações para adquirir uma asa
Primeiros socorros
GPS MLR

P E R G U N T A S & R E S P O S T A S

GENERALIDADES
EQUIPAMENTO
METEOROLOGIA
AERODINÂMICA
TÉCNICA
PRIMEIROS SOCORROS
GLOSSÁRIO


ERROS TÍPICOS EM PARAPENTE

sexta-feira, janeiro 27, 2012

Video de parapente

domingo, dezembro 18, 2011

Memórias de voo

video

segunda-feira, dezembro 05, 2011

Gala dos Campeões 2011

À semelhança de dos anos anteriores a FPVL realizou a Gala dos Campeões 2011, com a finalidade de reunir a família parapentista e distribuir os diferentes troféus àqueles que mais se destacaram no corrente ano.
Na classe Open, conquistaram o pódio 1º Pedro Moreira, 2º Paulo Silva e 3º José Dinis.


terça-feira, novembro 15, 2011

Lima - Peru 249 Infinity Tumblings

Veso Oveharov, atinge a segunda melhor marca mundial Infinity Tumblings




Lima - Peru "249 Infinity Tumblings" from Veso Ovcharov on Vimeo.

terça-feira, agosto 30, 2011

Partilhar o céu com as aves

Imagens simplesmente espectaculares. A partilha do céu, pessoas e aves, a não perder...

clique: AQUI

terça-feira, agosto 16, 2011

Linhares da Beira - Competição




Dos quatro dias do evento em Linhares, foi no dia 15 que se proporcionaram as melhores condições de voo. Para além dos voos locais, efectuaram-se algumas distancias acima dos 50 km. Na opinião de muitos Linhares continua a ter os principais ingredientes para ser um dos melhores locais de voo em Portugal.







quinta-feira, julho 21, 2011

domingo, julho 03, 2011

terça-feira, junho 14, 2011

Vídeo - ao sabor da térmica

domingo, junho 12, 2011

Estação meteorológica

Independentemente da pratica desportiva, sou daqueles que não dou um passo fora de casa sem consultar a meteorologia. Existem vários sites de meteorologia dos quais podemos tirar informações muito úteis. Porque na verdade as condições do tempo influencia literalmente as nossas vidas no quotidiano. Uma das minhas estratégias consiste em consultar vários sites de meteorologia e cruzar toda a informação. Ter uma estação meteorológica, ajuda-nos a tirar conclusões sobre o site mais fidedigno da região onde vivemos. Acompanhar passo a passo a evolução das condições meteorológicas ajuda-nos a compreender melhor esta ciência e os seus principais fenómenos da natureza.

segunda-feira, março 28, 2011

Campeonato de parapente no Brasil - Castelo

Vamos acompanhar o nosso portuga "Claudio Virgílio" neste campeonato no Brasil em Castelo.
Todos os detalhes neste site: www.hipoxia.com.br/brasileiro2011





segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Polvoeira


quarta-feira, janeiro 26, 2011

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Parapente em vídeo 2010




terça-feira, dezembro 14, 2010

Memórias da revista vento & térmica

No dia 6 de Dezembro, cessou a Revista Digital - vento &térmica, foi um projecto que durou 5 anos, tomei uma decisão dificíl, mas inevitável em virtude de ter pouco tempo disponível para alimentar este projecto. Face a este acontecimento não poderia ficar indiferente sem dizer o que me vai na alma; vivi este projecto com bastante intensidade onde depositei informação diversificada sobre a modalidade, tive ajuda de alguns colaboradores que contribuíram para dar asas a este projecto. Na altura quando surgiu este projecto, havia poucos sites sobre a modalidade e a informação era escassa. Esta foi uma das razões que me motivou a trabalhar neste projecto em prol da modalidade, porque na verdade todo o meu tempo livre era dedicado de corpo e alma ao parapente. Senti que estimulei o aparecimento de alguns sites que hoje gosto de visitar. Actualmente divido-me por várias modalidades, sou autónomo em vários desportos de aventura e pratique-os conforme a minha disponibilidade e o meu estado de espírito... esta é a minha filosofia de vida. Não penalizando as outras modalidades, o parapente até hoje foi o desporto que me proporcionou as melhores emoções. Partilhar o voo com as aves, amigos, em paisagens arrebatadoras foi algo que me proporcionou momentos inesquecíveis. Obrigado a todos os meus amigos do parapente, não vou aparecer com a mesma regularidade, mas aparecerei sempre que seja possível e oportuno.
A revista digital – vento e térmica, foi um óptimo marco na minha vida, o meu objectivo principal foi divulgar e partilhar informação sobre a modalidade. Termino com umas palavras de agradecimento, a todos aqueles que directamente ou indirectamente ajudaram a tornar este projecto realidade. Foram mais de 535.000 os visitantes que clicararam na página, são bons indicadores que traduzem que houve muitos simpatizantes pela revista. Bem Haja a todos!...
Fica a promessa que vou continuar a publicar neste Blog, informação sobre a modalidade, embora em menos quantidade mas com a mesma qualidade.
Tudo na vida tem um princípio, um meio indetermidado e um fim...
Bons voos a todos.

quarta-feira, agosto 11, 2010

Camp. do mundo de parapente - Linhares da Beira


Decorreu de 7 a 14 de Agosto na serra da Estrela “Linhares da Beira” o campeonato do mundo de parapente, onde estiveram alguns dos melhores pilotos do mundo. Foi um espectáculo a não perder para os amantes do voo livre.






World Cup Portugal task 2 part 1 from broers philippe on Vimeo.




World cup portugal task 2 part 2 the flight from broers philippe on Vimeo.

segunda-feira, julho 26, 2010

Maratona Parapente - Grandola a Sines

Decorreu em 24 e 25 de Julho na Costa Vicentina a 3ª edição da XC Marathon 2010. Desta vez a aerologia impôs-se à meteorologia, as condições não permitiram realizar a famosa prova de Elite e a Sport. No entanto, a criatividade deu lugar a pequenas provas que mantiveram os pilotos ocupados. O jantar do evento esteve a um bom nível, o excelente convívio entre pilotos, amigos e familiares ficou bem evidente. Em ambos os dias a meteorologia teimou em manter as mesmas condições, mesmo assim os mais arrojados não deixaram de subir as dunas para tirar o “pó da asa”. Em condições adequadas, o local permite voar várias dezenas de quilómetros e usufruir de uma paisagem de rara beleza.


terça-feira, junho 22, 2010

Recorde nacional de parapente

Relato elaborado por Nuno Virgílio.
e já voltei. À 1:20h da manhã estava de volta no Vale de Amoreira com o Miguel. Se não fosse ele, eu não me tinha mandado!Obrigado ao Clube Vertical por desenvolver o spot e especialmente ao grande Miguel pelo apoio personalizado! Quando vi as previsões do Vítor fui confirmar o skew-t pra ver o porquê do "razoável a bom". o tefigrama parecia bastante bom, embora com algum vento de Norte, o que é sempre (sempre mesmo?) chato. em todo o caso, ia haver nuvens, boa térmica, tecto razoável.. e o vento é bom pra nos levar longe. Por coincidência ia estar na Covilhã nesse dia por isso despachei as reuniões cedo e siga pra serra.Poderia ter descolado mais cedo, pois já tinha rodado a norte, e tava muito tapado. quando descolei não se subia e andei a ladeirar na encosta do skiparque. o máximo que dava era os 1400, tudo á sombra, ventinho.. ora bolas.. cheguei atrasado -pensei. Mesmo assim, mandei-me para a encosta de Verdelhos, á espera de uma aberta de sol que me fizesse subir um pouquito mais, ou que derivasse numa bolha para o fim do vale, onde bomba sempre. népia.. baixo, rasteirinho, só dava mesmo os 1400 com mta deriva. "Que se lixe, pelo menos dá pa chegar ao aeródromo da Covilhã, não vou já pro chão" deu, e deu pra continuar.. a rapar sempre, enrolava as bolhecas junto ao chão, sempre a ver qual era o campo onde ia aterrar. mas a coisa lá ia funcionando e passei o Zêzere.organizou-se qualquer coisa já nos campos onde eram os golos do Fundão nas mangas da Covilhã há uns anos.(Nos golos bomba sempre!!) e finalmente a chegar á Gardunha apanho o canhão: +6 até á nuvem, a 2200. a partir daqui a cena mudou radicalmete, foi sempre a abrir! muita nuvem a permitir andar a direito, subir sem enrolar e ainda pra mais a carregar no pedal.o Miguel vinha a seguir, a dar a dica ao rádio, o que dá bastante confiança qd se está sozinho por isso achei que ia explorar o dia ao máximo -" plos menos uns 100kmzinhos há-de dar :)" A mega nuvem na zona de Lardosa/Castelo Branco (70kilos) acabou por ser demasiado grande e acabou a chupa, cortando tb a actividade térmica pelo que tive um ponto mais baixo perto do Retaxo, aterrar não era um problema: pelo menos come-se bem na tasca! :D Mas aqui saquei mais uma bem redondinha outra vez lá pra cima.daí até Nisa (110kilos) foi um tirinho, transições a 60-70 com o acelerador metido, o Miguel quase não conseguia acompanhar com o VerticalMobil.Esta rota já era minha conhecida de há uns anos - ajuda saber que a estrada segue sempre recta e há aldeias de 10 em 10 km.. a estrada de nuvens estava ali toda montada e não havia nada que saber, foi o voo clássico, de umas pras outras. o tecto subiu pra 2500, a térmica continuava boa, era só sondar a zona qd começava a zerar, centrar bem e transitar novamente pra próxima.aproveitei pra sacar umas fotos, beber uma aguinha e tal. O Miguel começava a dizer que "cheira a record" mas pensei que ia ser difícil. Imaginar 120km pra frente desmotiva um bocado mas.. ainda era cedo.. lá no fundo comecei a focar nisso.depois de Estremoz (170kilos), acabaram as nuvens. só uns farrapos que desfaziam rápido, na frente, indicavam que o dia ainda não tinha morrido e onde estavam as ascendentes. passei pertinho de Évora e aqui perdi o apoio do Miguel pois o meu PTT não funcionava, conseguia ouvir mas emitir.. tá quieto. zero, nicles.Estávamos a comunicar na base do "se já passaste este sítio assim-assim, patilha 3vezes.. :) hi-tec, portanto.ele aqui desviou mais para a zona onde o PMoreira tinha aterrado no ano anterior, e eu a patilhar só 2x pra ver ser ele perguntava alguma cena que pudesse indicar que ia noutra direcção."ok, siga. logo se vê." depois desta zona o terreno já não me era familiar por isso não tinha bem a noção da minha posição, tinha o Alqueva bastante á esquerda e muitas outras barragens mais pequenas por todo o lado, o dia começava a acalmar mas mesmo assim forcei as transições com o acelerador.subi na última térmica exactamente na marca do meu voo do ano anterior (216kilos) e como o dia já ia avançado, achei que ia ser a última, foi aproveitar o +3 constante até lá bem acima e vamos a isto, só preciso de mais 15 pra passar o do Pedro. na última transição foi só escolher a melhor rota, passar mais aquele monte, avaliar a vila na frente (vinhas por todo o lado) e escolher o campinho, não se descia com aquele efeito da bolha de calor no chão e com paciência ainda teria dado mais um bafinho, mas continuei. já chega! :D Qd aterrei parecia que tinha ido com o live tracking! já toda a gente sabia! xiça, um gajo não pode ir voar tranquilamente e ter alguma privacidade, vêm logo melgar a saber qts kilos e qt tecto e mais não sei o quê.. :)na aterragem apanhei uma boleia altamente, o sr António ofereceu a bela da cervejola fresquinha e já me estava a oferecer pra jantar uma sardinhada, tomar um banho, dormir lá, casar com a filha, herdar as propriedades e a pensão, e tudo e tudo e tudo. o Miguel chegou pouco depois e foi a festa. o regresso ia ser longo.


quinta-feira, junho 03, 2010

Praia da Gralha










Dia 3 de Junho a previsão para a praia da Gralha apontava para vento NW com intensidade de 25 km/h. Situação que se veio a confirmar com tendencia a baixar para o final do dia. Poucas horas de voo, foi um bom dia para testar a minha máquina voadora.







quinta-feira, maio 13, 2010

Competição de parapente - Freixo de Espada à Cinta

Pequenos vídeos quase em tempo real, clique AQUI

1º dia (13 de Maio)

Más condições de voo, levaram a cancelamento da manga.

sábado, maio 01, 2010

Técnica avançada de descolagem

Aproxima-se uma das melhores épocas do ano para voar em Portugal. Saber descolar correctamente é uma das prioridades de todos os pilotos conscienciosos. Porque na verdade ainda é frequente verem-se alguns pilotos com experiência, durante a descolagem, no acto da viragem, largarem os manobradores. É um procedimento tecnicamente errado, do qual pode resultar uma indesejada descolagem. Não podemos ignorar que uma boa descolagem motiva sempre para um bom voo. Para um domínio correcto da asa umas horas de treino no solo pode ajudar em muito a tornar as descolagens mais fáceis e mais seguras.
Neste contexto, aconselhamos em particular para descolar a técnica avançada de descolagem, é utilizada por muitos pilotos de grande nível internacional. O seu procedimento é simples e eficaz, é efectuada de frente para a asa e o piloto nunca larga os manobradores.
As asas actuais permitem efectuar esta técnica de reverso, mesmo com intensidade de vento de 5 ou 7 km/h, tudo passa por um treino adequado ao nível de cada piloto.

Clique aqui: Técnica avançada de descolagem



quinta-feira, abril 15, 2010

Fenómenos meteorológicos


No dia 14 de Abril, a SW/W de Portugal um Centro de baixas pressões, associado à passagem de uma frente quente e logo a seguir uma frente fria. Causou no território nacional, nuvens de grande desenvolvimento vertical, causando chuva forte em alguns pontos do país.
Na sequência no desenvolvimento de um cumulonimbo na zona de Santa Apolónia em Lisboa em pleno rio Tejo, emergiu um médio tornado que podia ter causado grandes danos. São fenómenos raros no território nacional, mas parece que os tempos estão a mudar!... este ano num relativamente curto espaço de tempo vários fenómenos destes causaram prejuízos bastante avultados.

segunda-feira, março 29, 2010

Polvoeira no seu melhor

No dia 28 de Março, a previsão meteorológica para a praia da Polvoeira, apontava para vento relativamente fraco de sudoeste, situação que se veio a confirmar. Estiveram no local cerca de três dezenas de parapentistas que usufruíram de uma magnífica tarde, com uma janela de voo superior a três horas. O local é detentor de uma beleza invulgar, para mim, tem um sabor ainda mais especial, foi neste cenário que há cerca de 13 anos fiz o meu primeiro voo em parapente. Partilhar o céu com as gaivotas neste local, é simplesmente deslumbrante.



segunda-feira, março 15, 2010

Alvados em destaque

No dia 14 de Março, Alvados foi o local de voo escolhido por várias dezenas de pilotos. As fotos do link abaixo mencionado falam por si:
http://picasaweb.google.pt/brunobravomatos/20100314ParaglidingAlvAdos

Ficha Técnica
Desnível – 321 m.

Orientação – Nordeste.

Descolagem – Zona descolagem ampla e fácil, permite fazer top-landing.

Voo – vertente ideal para voo térmico-dinâmico

Aterragem – A cerca de 500 metros à frente da descolagem existe um bom campo de aterragem.

Acesso da aterragem para descolagem – É feita por estrada de asfalto, (a recolha por estrada são cerca de 20 Km)...

Lugares de interesse – Grutas diversas